15 de jun de 2012

Surya Namaskar



Uma lenda hindu relata que, há cerca de 300 anos, um sábio que sofria de hanseníase orou a Surya, o deus Sol, para obter a cura. Ele foi inspirado a escrever oito versos em sânscrito para agradar ao deus, considerado fonte da vida e força que anima nosso corpo. Quando terminou o último, estava completamente sem sintomas da doença. Por causa desse fato, os hindus acreditam que, para obter saúde, deve-se reverenciar Surya, permanecendo em pé sob o Sol, com as mãos unidas em forma de oração e os olhos fechados. Essa é uma das muitas histórias que contam a origem da saudação ao Sol (tradução literal do sânscrito surya namaskar), uma das seqüências de movimentos mais belas da ioga.

Outra lenda vai mais além no tempo e remonta à pré-história, quando o homem reverenciava Savitri, outra denominação para o mesmo deus. Seja qual for a raiz desse encadeamento de 12 posturas, uma coisa é certa: “Savitri é a inteligência que está por trás de toda criação, a fonte de todas as formas de vida”, afirma Pedro Kupfer, fundador do Instituto Dharma-Yogashala, de Florianópolis. “Por isso, reverenciá-lo conduz ao conhecimento da própria força interior e traz leveza e felicidade ao coração.”

Ainda segundo a ótica hindu, saudar o astro significa honrar tanto o Sol interior quanto o exterior, a força criativa do Universo que os iogues acreditam irradiar dentro e fora do corpo. “Diz a lenda que o Sol fica tão agradecido que um de seus raios vem habitar o plexo solar do praticante, dando calor, saúde e alegria”, conta
Benefícios dos pés à cabeça

A ação da surya namaskar se estende por um vasto território que traz vantagens para o corpo todo. “Ela alonga e fortalece as principais cadeias musculares, movimenta todas as seções da coluna vertebral e equilibra o sistema respiratório”, afirma o professor Cláudio Duarte, presidente da Associação Brasileira de Yoga. E ainda há mais: a saudação ao Sol estimula a circulação sanguínea, linfática e plasmática, fortalece os nervos que revestem a coluna e ainda melhora a distribuição do líquido sinovial, que irriga cartilagens, articulações e tendões, reduzindo as chances de surgimento de doenças reumáticas.



Anna Ivanov, professora do Centro de Estudos de Yoga Narayana, de São Paulo. 




Como tudo o que diz respeito à yoga, os asanas atuam também nas esferas emocional, psicológica e nervosa, acalmando emoções, aumentando a concentração e proporcionando estabilidade mental. 
O trabalho respiratório profundo e suave que acompanha os movimentos desintoxica e purifica os canais por onde a energia circula, e ela então é distribuída para irrigar órgãos, vísceras, tecidos e células.
Paz e Luz!
Namaskar  ( a Divindade em mim reconhece e saúda a Divindade em ti )
Judi Menezes







Administração de contratos de Engenharia e Construção (Jul2012)

Inscrições e Informações de 8h às 18:00 : +55 (11) 3522-1040


VAGAS LIMITADAS

Desconto especial para grupos

In company

Este treinamento também pode ser realizado personalizado na sua empresa

Solicite uma proposta!

Caro Executivo,

Os projetos de engenharia e construção demandam uma grande capacidade dos agentes envolvidos no conhecimento amplo dos contratos, editais de licitações, condições pactuadas e também na negociação e apresentação de revisões contratuais, pleitos e/ ou reivindicações. O Treinamento abordará, de forma prática e objetiva, as diferentes modalidades de contratos observados neste setor; os aspectos essenciais relativos à negociação, elaboração, gerenciamento e revisão de contratos relacionados à engenharia e construção, bem como a prevenção e solução de conflitos instaurados em referidos contratos, tanto públicos como privados. Será também desenvolvidos dois workshops no qual os participantes poderão por em prática os conhecimentos adquiridos, na redação de cláusula contratuais comuns nestes projetos e ainda negociando a revisão de um contrato através da apresentação de um pleito, prática bastante observada em projetos de engenharia e construção.

PÚBLICO-ALVO

Profissionais de engenharia e administração de contratos, como gerentes e diretores de contratos, profissionais de suprimento e também departamentos jurídicos e advogados que atuam no setor, assim como outros que tenham contato com a negociação e administração de contratos, principalmente de projetos de engenharia e construção. Profissionais de diversos setores que desenvolvam empreendimentos com características de projeto de engenharia e construção.

BENEFÍCIOS

•COMPREENDA o gerenciamento da execução do contrato como um processo sistêmico e organizado, que contempla a elaboração de documentos cotidianos das obras e a negociação de pleitos.
•SAIBA como antecipar, controlar e mitigar os riscos jurídicos envolvidos nos contratos de construção.
•ENTENDA as particularidades da contratação com a Administração Pública e a gestão de contratos públicos.
•COMPREENDA a negociação de contratos de engenharia e construção, identificação questões legais e comerciais e condições indispensáveis e negociáveis.
•IDENTIFIQUE as cláusulas fundamentais que não podem faltar nestas modalidades contratuais e aprenda como as redigir.
•ADQUIRA conhecimento relativo a métodos alternativos de solução de controvérsias, muito utilizados nestas contratações.

PROGRAMA DO TREINAMENTO

Dia 01:

Manhã: Riscos contratuais/ Modalidades de Contratos
•Identificação, controle e alocação de riscos contratuais

•Metas buscadas por Contratantes e Contratados

•Definição do Modelo de Contratação

•Modalidades de Contratos: Empreitada, Prestação de Serviços, por Administração, Fornecimento, EPC, EPCM, Aliança.

Tarde: Contratos de engenharia e construção
•Workshop: Estudos de cláusulas contratuais

•Negociação de Contratos de Engenharia e Construção

•Aspectos legais e comerciais de contratos privados e públicos

•Cláusulas essenciais dos contratos de engenharia e construção

•Métodos alternativos de soluções de controvérsias

Dia 02:

Manhã:Administração Contratual
•Gerenciamento jurídico do Projeto

•Objetivo; Desafios; Parte interessadas (Stakeholders)

•Estratégia de negociação e de elaboração da proposta

•Ciclo da Administração Contratual

•Cuidados necessários; Orientações; Lições aprendidas

•Workshop Caso Prático 01: identificar as orientações adequadas à gestão de contratos e os stakeholders; redigir cláusulas contratuais essenciais e mitigar os riscos ao projeto

Tarde: Pleitos
•Requisitos essenciais

•Estratégia e erros comuns na elaboração de pleitos

•Como apresentar e redigir o pleito

•Documentos necessários: relatórios diários de obras, atas de reunião, e-mails, notificações.

•Modalidades de pleitos

•Reequilíbrio econômico-financeiro: requisitos legais para contratos públicos e privados

•Workshop Caso Prático 02: negociação de pleitos entre Contratante e Contratada

INSTRUTOR

Lucas Pessoa Pedreira Lapa

Lucas Pessôa Pedreira Lapa
Graduado em Direito pela Universidade Federal da Bahia. Especialista em Contratos Empresariais e Arbitragem pela FGV/GVlaw. Profissional com experiência em escritórios renomados e empresas de grande porte, tendo atuado nas áreas de Infraestrutura, Contratos (EPC, turn-key, de fornecimento, aliança), Licitações e Contratos Públicos e Arbitragem. Atua sistematicamente em demandas envolvendo procedimentos de Mediação e Arbitragem e em projetos de Mineração, Siderurgia, Cimentos, Petróleo & Gás. Idiomas: Inglês e Espanhol. Participa como palestrante em seminários na área de Contratos de Infraestrutura, tratando de temas como Administração Contratual de Projetos; Elaboração e Negociação de Contratos de Engenharia e Construção, Elaboração e Gestão de Pleitos e Licitações e Contratos Públicos.
Outros temas que podem ser de seu interesse:
T459 - Certificação de Carbono(Jun2012)
T460 - Responsabilidade Socioambiental Corporativa(Jun2012)
T492 - Terceirizacao e outros contratos de trabalho sem fraudar a CLT(Jun 2012)
T428 - Compra e Venda de Sociedades Limitadas(Jun2012)
T494 - Prevenção de Passivos Trabalhistas(Jun 2012)
T520 - Planejamento e Estratégias de Fusões & Aquisições
T429 - Dissolução Societária(Jun2012)
T430 - Responsabilidade Patrimonial dos Sócios e Administradores(Jun2012)
T453 - Indicadores de RH(Jul2012)
T435 - Capacitação em Gestão Ambiental(Jul2012)
Solicite o programa completo
Consulte condições especiais para grupos
Inscrições e Informações de 8h às 18:00 : +55 (11) 3522-1040
Você está recebendo esta mensagem porque faz parte da nossa lista, a qual se acrescenta com trocas com institutos similares, por recomendações e inclusão através de nosso web site. Caso você não tenha se cadastrado ou não tenha interesse em receber esse tipo de informação, por favor se descadastre usando o link abaixo.





12 de jun de 2012

Engenharia do amor...








"Eu derivei meu amor
Mas percebi que o limite
Tendia para o infinito.
Como solução somente a integração.
Usei a integral indefinida...
Para calcular seu tamanho,
Mas percebi que era n-dimensional.
Então achei que era tudo relativo, dependia do referencial.
Em cada ângulo imaginei meu amor,
Mas percebi que em leis não se enquadrava.
Achei tudo aleatório,
Pedi socorro à probabilidade.
Se era uma variável discreta ou contínua,
Foi difícil diagnosticar.
Mesmo com intervalo de confiança
O amor caiu além dos limites.
Soltei o coeficiente de aceitação,
Mas o amor assumiu valores
De uma complexa inequação.
Então tarde eu percebi
Que o amor não tem explicação."

Uma co-relação, se possível, entre alguns conceitos da engenharia e da matemática com o amor, esse sentimento sublime que permeia nossas vidas
Acredito que tudo tem um começo, um meio... o fim aqui não chega, porque a transformação nunca tem um fim.
Uma dança que se transformou numa poesia, numa orquestra, numa paleta de cores, num encontro sem fim.
O desejo maior nasceu no meu coração, senti-o e vou agora atrás dele, conhecê-lo.
Dar-lhe voz, corpo.
Dar um nome.
Criar. Co-criar.
Dentro do meu casulo, aguardo pelo bater de asas. Leve, gracioso.
Regresso... com o coração silenciado, o corpo equilibrado e a Alma pronta para cantar, dançar, sorrir...no  equilíbrio tênue que é viver!!
Paz e luz!!
Seja feliz...
Judi Menezes