11 de fev de 2011

Carregue um violão, e não uma cruz




perdoai-lhes senhor...
foto: Jorge Pontual

O mundo parece tão triste, tão cristão. Não é só Jesus que é triste; ele pode ser perdoado, é um pobre homem na cruz, você não espera que ele sorria e lhe diga olá!
Mas ele representa o mundo todo. Não apenas os cristãos, mas todo mundo parece estar na cruz, a cruz invisível... tão sério. Talvez Jesus estivesse certo quando disse que todos têm de carregar sua cruz nos ombros.
Em primeiro lugar, por que todos deveriam carregar uma cruz? Você
não pode encontrar mais nada para carregar? Não posso aceitar a ideia.
Ninguém deveria carregar uma cruz, quer seja para si mesmo ou para qualquer outra pessoa. Você não deveria carregar uma cruz de jeito nenhum.
                                                    
 
O abraço do violão, violão, violão...
O abraço do violão, violão, violão...
Karina Bertoncini



Há coisas lindas para carregar: você pode carregar um violão. E, se gosta de coisas muito pesadas, pode carregar coisas muito pesadas — um velho piano —, mas algo lindo, algo digno de um homem inteligente, não uma cruz.

Osho, em "Religiosidade é Diferente de Religião"


Sem comentários...
Boa reflexão!!!
Judi Menezes


7 de fev de 2011

MEDITAÇÃO DA SEMANA




 Lembre de Si Mesmo como Luz
Enquanto acordado – movimentando-se, comendo, trabalhando – lembre de si mesmo como uma luz. Como se em seu coração uma chama estivesse queimando, e seu corpo não é nada senão a aura ao redor da chama.
Permita que isso vá fundo dentro de sua mente e sua consciência. Absorva-o .Isso levará tempo, mas se você continuar pensando nisso, sentindo-o, imaginando-o, dentro de certo período você será capaz de relembrá-lo o dia todo.
O segundo passo é levar isso para o sonhar. Enquanto adormecendo, continue pensando na chama, continue vendo-a, sentindo que você é a luz. Relembrando...relembrando... relembrando... você cai no sono. E a lembrança continua. No princípio você começará a ter alguns sonhos nos quais você irá sentir que tem uma chama interior, você é luz. Aos poucos, também nos sonhos você irá se mover com o mesmo sentimento. E uma vez que esse sentimento penetra nos sonhos, estes sonhos começarão a desaparecer e haverá um sono cada vez mais profundo.
Quando em todos os seus sonhos essa realidade for revelada – que você é luz, uma chama, uma chama ardente – todos os sonhos irão desaparecer. Só quando os sonhos desaparecem você pode levar esse sentimento para o sono, nunca antes. Agora você está na porta.
Uma vez que você adormece com o sentimento de que você é uma chama, você estará cônscio nele – o sono agora acontecerá só a seu corpo, não a você.
Se você pode tornar-se cônscio de que é uma chama, uma luz, esse sono não está acontecendo a você, você está consciente. Você está carregando um esforço consciente. Agora você está cristalizado ao redor dessa chama. O corpo está adormecido, você não.

 
Boa reflexão.
Excelente semana!!!
Judi Menezes