11 de mai de 2012




Um sol de amor
Desceu aqui.
Nada pediu, só amou.
Absorveu as dores da ignorância
E transformou-as em Paz.
Respirou o sofrimento
E exalou suaves acalantos.
Cantou a paz em seu silêncio
E propagou-a nas dez direções.
Chorou em silêncio a dor do mundo, a dor daquele que ama, a dor do seu próprio amor,
E, mesmo assim, amou.
E continua amando...
Abraçando silenciosamente o ser amado
Sem que o mundo a veja,
Sem que ele o aceite,
Sem que o coração se abra...
Mesmo assim, Ela ama!
Pelas eras à frente,
Ela continuará ...
Até que tudo se cumpra,
E a dor seja amor,
E as consciências despertem...


Paz e luz !!
Judi Menezes


Nenhum comentário: