28 de jan de 2011

Amigos da alma


reflexos de uma Aterragem Matinal


Hoje fui almoçar com um amigo querido, desses que se revelam jóias raras e que guardamos com cuidado na nossa caixinha de tesouros. Lá pelo meio do almoço nos demos conta do quanto aquele momento era precioso e desatamos os dois a chorar, para espanto das pessoas que, no meio do dia, estavam lá somente para almoçar, sem lágrimas inclusas no cardápio.

O meu sentimento era uma mistura de alegria e gratidão. Alegria por estar na presença de uma pessoa que compreendia minha língua, alguém com quem eu podia ser simplesmente quem sou, sem edições ou explicações. Gratidão pela qualidade luminosa daquele encontro com um ser humano tão bonito, algo que não é tão comum quanto eu gostaria. Gratidão por, naquela presença tão inteira, ser capaz de me lembrar de minha própria inteireza.
Depois do almoço, dirigindo meu carro, vim pensando no quanto uma pessoa, um encontro real, pode tornar nossa vida melhor e mais significativa. Ah, como são preciosos os amigos de verdade, amigos de alma. Sabe, andam faltando modelos em nosso mundo. Pessoas a quem a gente possa admirar. Pessoas que consideremos especiais, sábias, belas.
Não falo da beleza externa, essa que se torna cada vez mais acessível com o incrível arsenal que a medicina e a estética oferecem hoje em dia. Falo da beleza real, dessa que vem de dentro… dessa beleza poderosa, que nos toca e faz nosso coração ficar maior dentro do peito.
É bom lembrar que nem tudo está perdido. Que aqui e ali existem pessoas extraordinárias, que não se perderam no alucinante ritmo de nosso mundo devorador de almas. Que andando por aí existem pessoas lindas, imersas em seus desafios diários, tentando fazer o seu melhor.
A chama de uma vela é, mais do que nunca, necessária. Nada é mais reconfortante do que aquela luz dourada nos momentos em que somos abraçados por uma súbita escuridão. Vivemos tempos sombrios, é verdade. Os valores mais belos andam se tornando mais e mais escassos ao nosso redor. Mas, se prestarmos atenção, veremos também milagres acontecendo. Veremos a improvável beleza resistindo e florescendo em meio à dor, ao medo, ao sofrimento. Veremos pessoas resistindo, lutando por suas almas, batendo suas asas e voando na direção daquilo que acreditam.
Eu me sinto profundamente tocada ao ver alguém assim corajoso. E de repente, como se uma nova vida fosse injetada em minhas veias, sinto-me novamente capaz de acreditar, de lutar e de prosseguir.
Nós precisamos uns dos outros, precisamos nos aproximar de pessoas que nos reconectem com a vida que pulsa em nossos corações. Nada é mais precioso do que uma pessoa que nos ajuda a voltar a acreditar em nós mesmos. Nada é mais gratificante do que ajudarmos alguém a manter sua chama acesa.
Pensar em tudo isso deixou tudo mais dourado ao meu redor.
Quem sabe o mesmo ocorra a você?

 Patricia Gebrim

 

Dedico o texto acima a você (pessoa extraordinaria) que não se perdeu no mundo devorador de almas, que continua resistindo apesar das intempéries da vida, que continua cheio(a) de coragem e que acima de tudo não deixa a chama da vela apagar!
Realmente existem pessoas que passam por nossas vidas e se tornam verdadeiros amigos da alma, aqueles amigos que mesmo longe sentem a nossa presença. Valorizem essas jóias que aparecerem em sua vida, essas jóias sim são preciosas e tem um valor imensurável para nossos corações.
Grata  a você por iluminar, não diretamente  a minha vida, mas ao universo em si.

Paz e luz.
Judi Menezes


Nenhum comentário: