13 de dez de 2009

FELICIDADES

O primeiro olhar da janela de manhã


O velho livro perdido e reencontrado

Rostos animados

A neve, a sucessão das estações

Jornais

O cachorro

A dialética

Tomar um banho, nadar um pouco

A música antiga

Sapatos macios

A música nova

Escrever, plantar

Viajar, cantar

Ser camarada.
 
Bertold Brecht
 
Esse poema foi escrito por Brecht num momento de grande depressão , acredito que ele escreveu  para lembrar-se das coisas simples que propiciavam alegria ao seu redor...e alegria é o que sinto com o corpo e com a alma quando eles se encontram com aquilo que desejavam.
Esse texto dá oportunidade para que cada um de nós possamos refletir e elencar as nossas " coisinhas" simples que nos deixam felizes.
A minha tradução  para o poema seria:
 
          Felicidades
 
Olhar o pôr do sol
O pássaro em vôo
O sorriso da pessoa amada
Ter um cantinho...
Banho de chuva
O barulho do mar
Apreciar uma obra de arte 
Comer doce
O encontro com os cheiros, as cores, os gostos, os sons, as carícias...
Dormir enroscada nos braços da pessoa amada.
 
 
 
 
 
 
 
                          
                    

Um comentário:

Anônimo disse...

ahh... a pessoa amada